Relações doces com Maria e Jesus

Relações doces com Maria e Jesus
Relações doces com Maria e Jesus

Tipos de Relações doces, costumes, brincadeiras, personalidades e simplicidade com Maria e Jesus, para uso em meditações.

Relação de amizade

Como diz Santa Teresinha em uma de suas visões: “As mulheres da região vinham com familiaridade falar com Maria. Algumas vezes pediam que deixasse o pequeno Jesus brincar com seus filhos. E ele olhava para a mãe querendo saber se podia ir. Algumas vezes iam direto ao menino Jesus dizendo-lhe sem cerimônia: – venha brincar com meu filhinho”.

Relação de parentesco

Como Isabel e Zacarias, que receberam Maria por meses a fio, em profunda relação íntima de cuidados e carinho recíprocos. 

Relação de irmandade

Pode ser uma relação de irmão ou irmão de Maria. Como Maria de Cléofas que esteve com Maria até o fim na crucificação de Jesus.

Relação apaixonada

Como Santa Tereza, que escreveu: “Me atingiu com sua seta, nos meigos braços do Amor, minh’alma aninhou-se quieta”. Em seus êxtases, imaginava-se esposa de Jesus em uma paixão cheia de intimidade e luxúria santa. 

Como é o lar

Nazaré sempre teve muitas grutas, porque é uma vila bastante rochosa. Portanto presume-se que Jesus, Maria e José moraram em uma dessas casinhas forjada nas pedras. É dito que geralmente entra pouca luz (só pela porta de entrada) e há lamparinas nas cavidades das paredes. José provavelmente fez muitos utensílios e móveis úteis em madeira, mas tudo muito simples. O chão era de terra batida e pra dormir eles desenrolavam esteiras de palha no chão.  

Tipos de Trajes

Em casa, Maria usava túnica de algodão ou de linho até os tornozelos, pés descalços, kishurim (uma faixa amarrada na cintura três vezes ao redor do corpo), e véu na cabeça só quando saia em público, embora algumas mulheres usassem mesmo dentro de casa. 

Tipos de brincadeiras

Nos evangelhos apócrifos há menções de: modelar bichinhos e bonecos no barro, fazer pequenas represas nos córregos, divertir-se com dados, amarelinha, esconde-esconde, jogos de tabuleiro, pião e bolas de pano, penas ou pêlos (Is 22,18). Todas essas brincadeiras Jesus provavelmente experimentou na infância enquanto Maria olhava-o com ternura.

Atividades cotidianas

Como era de costume, logo ao levantar-se, oravam e pronunciavam o berakhá. Vestiam-se com trajes para o dia, Maria enrolava as esteiras de palha e varria as que ficavam pelo chão; Ela então apanhava água na fonte e começava a preparar as refeições. Algumas vezes tinha que cortar alguma lenha e partia para moer grãos de cavada para o pão. Nessa etapa era necessária a ajuda de alguém para colocar os grãos enquanto Maria manipulava o pilão. Provavelmente Jesus a ajudava porque José trabalhava na carpintaria.

Personalidade 

Sobre a personalidade, Santo Anselmo disse: “Maria era dócil, pouco falava, sempre composta, séria, e jamais se perturbava. Perseverava na oração, na leitura dos livros santos, nos jejuns, enfim, em toda sorte de obras virtuosas”.

Esses detalhes e relações doces com Maria e Jesus fazem parte do caminho da doçura e da ternura. Saiba mais sobre esse caminho clicando aqui

Também não deixe de ler as histórias doces desse caminho, clique aqui

Faça o primeiro comentário a "Relações doces com Maria e Jesus"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*