Como rezar o terço

O terço chama-se assim porque tem o número de contas equivalente a 1/3 de um Rosário. Quando foi dado o nome de terço, o Rosário tinha 150 contas e o terço, 50. Posteriormente foi acrescentado mais cinquenta contas ao Rosário, totalizando 200. Mas rezar o terço continua sendo através de 50 contas divididas em cinco partes.

Como rezar o terço
Como rezar o terço

Como rezar o terço do Rosário:

Essa é a sequência básica e mais comum. Lembrando que há variações de acordo com cada precursor ou difusor do Rosário. De todo modo, essa forma simples é suficiente e eficaz. Em cada um dos intervalos maiores de “Ave Maria” costuma-se meditar em um mistério diferente. Há quatro categorias de mistérios, rezados em dias específicos. São eles: gozozos de segunda e sábado, dolorosos de terça e sexta, gloriosos na quarta e no domingo e luminosos na quinta feira.

Os mistérios do Rosário

Os Mistérios do Terço
Os quatro mistérios para meditar durante o terço

Então, basta pegar o Rosário, seguir as contas e trazer à lembrança os acontecimentos e se o pensamento vagar, traga-o de volta ao rosário, ao mistério e à oração. Lembrando que, no início da prática, o mais indicado é concentrar-se apenas na oração, nas palavras, na vibração sonora, na entoação, enfim, na própria repetição, e com mais prática e destreza, acrescentar a meditação nos mistérios. Sempre bom prepararmos o terreno (a mente) e adubar (com a atenção no som) antes de lançar as sementes da contemplação, pois brotarão em terra fértil e dará belos frutos.

A bem aventurança causada pela oração atenta vem com o tempo de prática e dedicação. Precisamos criar esse compromisso com o Rosário e adotá-lo em nossa rotina diária, sempre lembrando da recomendação de Maria em Fátima: “Rezem o Rosário diariamente”.

Agora que sabem como rezar o terço, aprofunde-se com essas técnicas de oração: clique aqui

Faça o primeiro comentário a "Como rezar o terço"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*